Blog

Expo Licensing Brasil 2017

Nos dias 29 e 30 de agosto será realizada, em São Paulo, a décima edição da Feira Brasileira de Licenciamento de Marcas e Personagens, a Expo Licensing Brasil.

Ferramenta de marketing já utilizada por diversas empresas para agregar valor aos seus produtos e serviços, o licenciamento se apresenta como uma estratégia de bons resultados que independe de oscilações socioeconômicas. Afinal, sua constante mercadológica - média de 20% no aumento das vendas, tem relação direta com o desejo do consumidor. Ou seja, em qualquer contexto, é um diferencial competitivo.

Para reunir todas as plataformas que criam essa demanda aspiracional, o evento alia branding, marketing, experiência e conteúdo. São os principais donos e agentes de marcas do mundo como Disney, Warner, Mattel, Hasbro, Universal, Cartoon Network, Nickelodeon, SBT, Televisa, Endemol, Chevrolet, entre outras, apresentando as possibilidades de negócios com seus respectivos portfólios aos executivos da indústria e do varejo. Há ainda a presença de renomadas agências promocionais que atuam com relevância nesse segmento.

Realizada em formato multi, a Expo LB permite mapear todas as oportunidades oferecidas pelo mercado de licenciamento de marcas e personagens; visitando os estandes, assistindo ao Licensing Road Show - apresentações exclusivas dos estúdios e das companhias de entretenimento, e participando do LB Conecta - palestras pocket com renomados executivos de marketing, comunicação, mídia, comportamento e consumo.

Na última edição, o evento recebeu mais de 2 mil profissionais dos segmentos de alimentos, brinquedos, cosméticos, confecção, higiene e limpeza, papelaria, acessórios, tecnologia, além da presença das grandes redes varejistas como Carrefour, C&A, Wal-Mart, Magazine Luiza, Riachuelo, Netshoes, Ri Happy e Dafiti. Mais de 70% dos visitantes iniciaram negociações durante os dois dias de evento.

"A Expo LB é o lugar ideal para estar inserido num contexto de mercado que movimenta anualmente mais de 17 bilhões de reais no varejo", afirma Marici Ferreira, diretora-executiva do EP Grupo - realizador do evento, e presidente da Associação Brasileira de Licenciamento - ABRAL.

A entrada na feira é gratuita. Já para assistir ao Licensing Road Show e o LB Conecta é necessária prévia inscrição. 

www.expolb.com.br


Serviço:

Expo Licensing Brasil 2017

Dias: 29 e 30 de agosto

Horários: Licensing Road Show - 8h30 às 12h / Feira - 10h às 19h / LB Conecta - 14h às 16

Local: Grand Hyatt - São Paulo

Mais informações: www.expolb.com.br

Com grande adesão do público, mais de 90 pessoas presentes no auditório, a programação teve início às 9 da manhã com uma apresentação da idealizadora do projeto, Marici Ferreira, sobre o potencial do mercado brasileiro.

Na sequência, os lojistas, empresários e blogueiras do segmento acompanharam uma breve apresentação da Redibra sobre a Galinha Pintadinha Mini.

Dando continuidade ao cronograma, Antônio Almeida, diretor da Brascol, falou sobre a economia do País e traçou alguns caminhos para superação neste momento.

Guilherme Florio, especialista no desenvolvimento de produtos infantis, trouxe importantes dados relacionados ao consumo no Brasil.

Renato Pantaleão, proprietário da Bicho Papão, expôs relevantes estratégias de varejo para a plateia.

Logo após o coffee break, teve início o painel “Mães Influenciadoras: um olhar sobre produtos, lojas e serviços”, mediado pela editora da Revista Pais&Filhos, Mônica Figueiredo num debate com três mães blogueiras:

Renata Costa – www.formaes.com.br [+ de 49 mil curtidas no Facebook + de 54 mil seguidores no Instagram]. É fisioterapeuta e mãe do Miguel e do Murilo.
Marina Breithaupt – www.blogpetitninos.com.br [+ de 24 mil curtidas no Facebook + de 32 mil seguidores no Instagram]. É casada com Bruno e mãe da Babi, do Theo e da recém chegada Mel. Estilista, louca por passeios, viagens e lojas.
Shirley Hilgert – www.macetesdemae.com [+ de 582 mil no Facebook + de 218 mil no instagram]. Mãe do Leo e do Caê, é relações públicas e publicitária.

O debate acabou às 13h com abertura para perguntas do público às mães.

As Feiras, que acontecem juntas, abriram as portas com 207 marcas, sendo 155 nacionais e 52 estrangeiras vindas de 15 países como EUA, Canadá, Itália, Peru , França e Tailândia.

No primeiro dia da FIT 0/16 - Feira Internacional do Setor Infantojuvenil, Teen e Bebê, junto com a Pueri Expo - Feira Internacional de Negócios em Puericultura os corredores do pavilhão vermelho do Expo Center Norte, em São Paulo, estiveram bastante movimentados superando a expectativa inicial dos organizadores. “Tive oportunidade de conversar com alguns expositores que se mostraram satisfeitos na abertura da Feira, pela quantidade e qualidade do público e pelas perspectivas de bons negócios”, relatou Cassiano Facchinetti, diretor geral da Koelnmesse Brasil, organizadora do evento.

As feiras seguem até o dia 29 e apresentam nesta edição crescimento no número de marcas em comparação à anterior. No caso da Pueri Expo, de 40 expositores em 2016 saltou para mais de 108 neste ano, além de pela primeira vez conseguir reunir num único evento as cinco grandes marcas de puericultura pesada: Burigotto, Galzerano, Chicco, Dorel e Team-Tex. No geral, são 207 expositores, sendo 155 nacionais e 52 estrangeiros vindos de 15 países: Peru, Alemanha, EUA, China, Reino Unido, Itália, França, Holanda, Noruega, Canadá, Tailândia, África do Sul, Irlanda, Coreia do Sul e Israel.

Um dos grandes destaques da FIT 0/16 deste ano é a volta dos desfiles de moda, a Semana de Moda FIT Fashion Collection, que estão ligados diretamente à apresentação das tendências das estações de Primavera-Verão de 2018. “Não se trata apenas de demonstrações de novas roupas, mas um marco dentro do evento, pois dá um valor de grandiosidade às marcas que estão presentes nos desfiles mostrando ao público e à mídia a importância do setor de moda infantojuvenil no país”, ressalta Facchinetti.

Entre outras atividades que acontecem paralelamente à exposição nas feiras estão as palestras gratuitas ministradas por consultores e profissionais do setor, em que tratam de temas e experiências necessárias para um ambiente propício aos negócios e à atualização profissional.

Motivos com frutas tropicais são a tendência da moda infantil na FIT 0/16

As frutas tropicais tipicamente brasileiras estão dando o tom da tendência da moda infantojuvenil na FIT 0/16 - Feira Internacional do Setor Infantojuvenil. Melancia, abacaxi, limão e até kiwi estampam vários tecidos seguindo inclusive a cor da tendência mundial, que é o verde (greenery padrão Pantone), segundo Barbara Chiré, fundadora e editora do projeto de consultoria de moda Deixa Ficar Kids. Barbara também identificou que muitas marcas estão trabalhando com figuras ligadas ao mito da sereia e a outros elementos que lembram o mar, como escamas de peixes e conchas. “Isso vem da moda adulta, que foi apropriada pela moda infantil”, afirma. Ela explica que existe hoje na moda um retorno à infância e à adolescência dos adultos, ou seja, um resgate dos anos 80 e dos ícones que faziam sucesso na época, entre eles, a sereia.

A estilista e proprietária da Daya, Dayane Rodrigues, foi quem começou a utilizar as frutas brasileiras em sua coleção (com desfile programado neste sábado para as 16h30), que ela chama de “gostosuras tropicais”. “Eu sempre procuro usar nas minhas coleções os elementos da nossa terra, principalmente do Nordeste”, revela. Dayane afirma que as cores tropicais caem no gosto do brasileiro e dos estrangeiros também, tanto que ela exporta suas roupas para cinco países. “Inclusive combina mais com o nosso tom de pele”, afirma.

Animê e Veste Rosa abrem os desfiles do primeiro dia da FIT 0/16

As tendências em moda infantojuvenil para a primavera-verão 2018 coloriram a passarela do primeiro dia da FIT 0/16, maior feira do setor de vestuário na América Latina, que acontece nesta edição junto com a Pueri Expo. As marcas Animê e Veste Rosa desfilaram peças com diferentes inspirações, desde o tema tropical, até estampas e apliques com pets.

A Animê, com sede em Santa Catarina (PR), mostrou para o público 20 looks da linha Kids, que atende meninas de 4 a 16 anos. A coleção mistura motivos tropicais, listras em P&B, tudo com apelo fashionista e modelagens mais leves. “Usamos muitos elementos em alta nessa coleção, como camisetas escritas, neon e contrastes. A Animê não segue apenas numa tendência, mas procura trazer um mix bem versátil, sem perder o conforto da roupa infantil”, conta a estilista da marca, Ana Paula Godoi Schmitz.

Já a Veste Rosa, também catarinense, manteve o foco em peças pensadas especialmente para as meninas entre 10 e 14 anos, na faixa da pré-adolescência, na qual acontece uma redescoberta da identidade, incluindo o jeito de se vestir. No desfile foram apresentados 16 looks com patchs, aplicação artesanal de pedrarias, e estampas digitais exclusivas. Alguns detalhes, como o comprimento das saias, por exemplo, são desenvolvidos para proporcionar conforto. As peças carregam elementos do universo infantil como animais de estimação e unicórnios, mas introduz modelagens mais modernas e juvenis, como os bodys e macacões. Todas as peças são avulsas, mas podem ser usadas de forma coordenada, o que dá versatilidade ao armário das meninas. “Produzimos peças mais teen, mas percebemos que nosso público procura muito mais pelas peças que dão conforto e beleza às meninas que estão entre a infância e a adolescência”, conclui Janine Lima, estilista da Veste Rosa.

Blog Tour reúne influenciadores digitais na FIT 0/16 e na Pueri Expo

Pela 3º edição, a FIT 0/16 recebeu blogueiras influenciadoras digitais para o Blog Tour, uma visita guiada aos estandes de algumas marcas expositoras de moda e puericultura. As participantes falam em seus canais digitais sobre o universo bebê e infantojuvenil para mais de 100 mil seguidores, consumidores do mercado que a feira movimenta anualmente.

Reunidas no primeiro dia do evento, as dez formadoras de opinião foram recebidas por estilistas, representantes comerciais e profissionais técnicos, que contaram sobre as inspirações e tendências primavera-verão 2018 nas confecções, além das inovações em tecnologia e design dos produtos de puericultura.

As blogueiras visitaram as marcas Inquérito, Nini&Bambini, Moulemar, Aire, Charpey, Pupi, Pimpolho, Kiddo, Burigotto, Galzerano, Chicco, Teamtex e Dorel no roteiro, que durou cerca de duas horas de visita pelo evento.

Durante os encontros, as blogueiras fizeram registros de foto e vídeo, esclareceram dúvidas e colheram novidades das marcas, que vão gerar conteúdo relevante para os seus seguidores nas redes sociais.

Congresso de Puericultura recebe mais de 80 profissionais na Pueri Expo

Cerca de 80 pessoas entre lojistas, fabricantes e importadores de produtos para o público de 0 a 3 anos participaram do Congresso de Puericultura, organizado pelo EP Grupo, como parte das atividades da FIT 0/16 e da Pueri Expo. De acordo com Marici Ferreira, diretora-executiva da empresa organizadora, o objetivo do Congresso é levar informações aos profissionais do setor para que os auxiliem na melhora da qualidade dos produtos e dos negócios que desenvolvem. Foram cinco temas que destacaram o cenário do setor 0 a 3 no Brasil; os desafios nos negócios, a partir de pesquisas de mercado e de dados macroeconômicos; as tendências em mercados e produtos; estratégias de varejo para ampliar o mix da loja e mães influenciadoras para produtos, lojas e serviços.

As duas feiras, que aconteceram simultaneamente, reuniram 8.607 lojistas dos 27 estados do Brasil e de mais nove países, durante os quatro dias de evento.

Corredores lotados, muitos negócios fechados e expectativas superadas. O saldo positivo dos quatro dias da FIT 0/16 - Feira Internacional do Setor Infantojuvenil, Teen e Bebê, junto com a Pueri Expo - Feira Internacional de Negócios em Puericultura começa com o número de pessoas que passou pelo pavilhão vermelho do Expo Center Norte, em São Paulo: 8.607 lojistas dos 27 estados do Brasil e de mais nove países: Bolívia, Canadá, Chile, Estados Unidos, Itália, Peru, Suriname e Uruguai. O número de visitantes, que representa um crescimento de 43% em relação à edição do ano passado, surpreendeu não somente pelo volume como também pela qualificação. O evento contou com a presença de 207 marcas expositoras, sendo 155 nacionais e 52 estrangeiros vindos de 15 países como Peru, Alemanha, China, França e Itália. “O resultado desta edição superou nossas expectativas não só pela quantidade de pessoas presentes, mas também pelo excelente retorno que tivemos dos expositores, que elogiaram o perfil do público e as oportunidades de negócios proporcionadas pelas Feiras”, declarou Cassiano Facchinetti, diretor geral da Koelnmesse Brasil, organizadora do evento.

Facchinetti destaca ainda a importância do momento em que a FIT 0/16 foi realizada, comemorando 25 anos de existência e num momento de retomada do crescimento do setor de moda infantojuvenil. “Esse bom desempenho mostra um marco na geração de negócios e um salto de qualidade em relação à edição anterior, além disso, a sinergia da FIT com a Pueri Expo é cada vez maior, e traz um aumento do mix de produtos oferecidos para o lojista. As duas feiras têm que caminhar juntas.” O executivo lembrou ainda que este é o segundo ano da organizadora no Brasil. “O que eu mais ouvi nos últimos dias foi: ‘agora a Koelnmesse mostrou a que veio. Estamos com a sensação de dever cumprido’”, afirmou Facchinetti.

Um dos pontos altos da FIT 0/16 foram os desfiles de moda infantojuvenil, onde as marcas Animê, Veste Rosa, Daya, Mini Lady, Happy Girl, Crawling e a ONG Florecer levaram aos visitantes as tendências que estarão nas vitrines dos lojistas nas estações primavera-verão de 2018. “Depois do que eu vi na FIT, meu olhar mudou um pouco sobre as tendências desse setor. Gostei muito dos destaques trabalhados nas roupas, com frutas e cores tropicais, além dos elementos que remetem ao mar como sereias, peixes e conchas”, conta Bárbara Chiré, consultora, convidada do evento e editora do projeto de consultoria de moda Deixa Ficar Kids.

Bárbara também foi uma das palestrantes do Fórum de palestras gratuitas que trataram justamente das tendências para o verão e para as vendas do varejo, bem como das dicas de marketing, gerenciamento de equipe de vendas, merchandising nas lojas, estratégias de mercado, entre outros temas. “Meu propósito de vida tem sido ajudar lojistas e fornecedores a melhorarem seus negócios e a FIT permitiu que eu pudesse transmitir minha experiência aos expositores”, revelou Nancy Fukuda, empresária e consultora de varejo para a linha de enxovais e bebê. Ela ministrou a palestra “O segredo da compra para vender mais”.

E quando se fala em vendas, a FIT 0/16 registrou ótimos negócios, segundo os depoimentos de expositores. “Estamos muito felizes com a nossa participação na FIT esse ano. Fizemos muitas vendas, tivemos a oportunidade de apresentar nossa marca para um público novo, que ainda não nos conhecia“, afirmou a coordenadora de Marketing da Kiko e Kika, Katia Regina Fistarol. Da mesma forma, a Giz de Cor conseguiu bater suas metas em vendas. “Comparada à feira do ano passado, a FIT deste ano está muito melhor, tanto em fechamento de negócios quanto em contato com novos públicos e prospecções. Em três dias, já vendemos o dobro do que vendemos no ano passado, e os nossos cadastros de prospecção também aumentaram muito. Valeu a pena o investimento“, disse a proprietária Mariana Romero.

O perfil do público que visitou a FIT 0/16 também foi aprovado pelos expositores. “A FIT é a melhor feira que tem. É a feira que traz resultados. Conseguimos novos clientes que não conheciam a marca”, informou Claudia Alves, gerente regional da Spezzato Teen. “A feira é um campo fértil de prospecção de novos clientes. Tivemos acesso a vários lojistas que ainda não tínhamos contato. Desde o primeiro dia do evento, muitos clientes têm passado pelo estande e fechamos bons negócios”, destacou Luis Eduardo Pereira, gerente comercial da Gambo, fabricante de calçados.

Mariana Romero, da Giz de Cor, afirmou também que o fato de a parte de puericultura pesada ter crescido bastante na edição deste ano ajudou a trazer mais visitantes, o que faz da FIT 0/16 a melhor feira do setor infantil.

Pueri Expo

O crescimento da Pueri Expo foi bastante expressivo. De 40 expositores em 2016 houve um salto para mais de 100 neste ano, além de pela primeira vez conseguir reunir num único evento as grandes marcas do setor de puericultura pesada: Burigotto, Galzerano, Chicco, Girotondo, Dorel e Team-Tex, elas comercializam cadeirinhas e carrinhos de bebês, banheiras, móveis entre outros produtos.

“A Feira superou nossas expectativas e acho que um dos motivos foi o fato de as grandes marcas de puericultura pesada estarem presentes no mesmo espaço. Isso atrai bastante público, pois poupa o tempo do comprador, que pode ter contato direto com os principais fornecedores em um mesmo dia”, avaliou Reynaldo Alves, gerente de Vendas da Kiddo. Segundo ele, foi possível fechar vários negócios já durante a Feira. Por conta desse bom desempenho na Pueri Expo, a Kiddo já programou sua participação para a próxima edição.

Para a Chicco, o balanço também foi bem positivo. “O resultado geral foi muito bom, acima das nossas expectativas. O setor de puericultura precisava de uma feira como essa. Além dos clientes que vieram nos visitar, conseguimos abrir novos contatos que certamente serão trabalhados ao longo do ano. O público que veio estava realmente interessado em fazer negócio. Estamos muito felizes”, declarou Samir Hussain Nami Adum, gerente nacional de vendas.

A presença de compradores qualificados foi ressaltada pelo gerente de estratégia de negócios da Dorel, Gustavo Arruda. “Todos os players do mercado estavam aqui e isso deu força para a Pueri Expo. Concretizamos vários negócios. Estamos animados para a próxima edição”, relata.

A dimensão mais robusta da Pueri Expo pode até ser comparada com outros eventos internacionais. O fundador da Twistshake, Camillo Eriksson, empresa sueca especializada em acessórios para alimentação de bebês, afirmou que a Pueri Expo tem uma qualidade de público melhor do que feiras internacionais, das quais também é expositor. A Twistshake é representada no Brasil pela Prime Baby, ambas presentes no evento brasileiro. “Os nossos visitantes nos EUA não têm o mesmo poder de decisão de compra que os brasileiros na Pueri Expo. Os negócios lá são mais devagar”, relatou Eriksson. O fundador da Twistshake também comparou a feira brasileira com sua similar em Colônia, na Alemanha, a Kind + Jugend: “as duas têm a mesma atmosfera”. Tanto no Brasil quanto na Alemanha, ainda segundo ele, há bastante variedade de produtos. “Acho que na América do Sul não existe uma feira com tanta qualidade como na Pueri Expo“.

O diretor comercial da Prime Baby, Sidnei Ramblas, afirmou que foi possível fechar muitos negócios na Pueri Expo, principalmente com proprietários de lojas que aproveitaram o final de semana para virem à Feira. “Recebi pessoas de Goiás e do Mato Grosso“, revelou. Pela primeira vez participando do evento, a Multi-Kids também registrou bons resultados. “Conseguimos realizar bons contatos que geraram negócios. Viemos à Pueri Expo para fazer os lançamentos da linha de puericultura pesada e do licenciamento da marca Fisher-Price. Foi uma ótima oportunidade para alcançar este segmento do mercado e renovar a nossa carteira de clientes”, afirmou Thiago Maniezzo, gerente de produto.

Outra marca que também estreou na Pueri Expo, a Rumble Tuff, fabricantes de bombas de leite, aproveitou o evento para ampliar sua imagem junto ao mercado. “Os clientes têm demonstrado interesse pelo produto e há expectativa de fechar negócios após a feira”, adiantou Matthew Kho, diretor. No estande da Philips Avent, o objetivo era o mesmo. “O movimento foi intenso no primeiro dia, o que nos ajudou muito, pois nossa estratégia ao participar da Pueri Expo é reforçar a nossa imagem institucional como marca dedicada à saúde e ao bem-estar”, afirmou Célio Félix, gerente de Trade.

Uma das atividades conjuntas que aconteceram no evento foi o Congresso de Puericultura, organizado pelo EP Grupo, onde participaram cerca de 80 pessoas entre lojistas, fabricantes e importadores de produtos para o público de 0 a 3 anos.

A próxima edição da FIT 0/16 será a de outono-inverno, e vai acontecer de 03 a 05 de novembro de 2017, no Expo Center Norte. Já a edição primavera-verão, que é realizada junto com a Pueri Expo, está programada para junho de 2018.

A Philips Avent participa da 2ª edição da PueriExpo, feira exclusiva para o setor de puericultura que acontece de 26 a 29 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo. No evento, o público poderá conhecer o extrator elétrico de leite Philips Avent SCF332/01 com lançamento inédito no Brasil, ele conta com o exclusivo dispositivo de memória que grava e mantém o ritmo pessoal de bombeamento da mãe para o máximo de conforto durante a extração de leite.

Além da presença institucional, marcas como Kiko e Kika, Gambo e Philips Avent ressaltam o ambiente propício para negócios efeitvos.

O movimento de público nos três primeiros dias da FIT 0/16 - Feira Internacional do Setor Infantojuvenil, Teen e Bebê e da Pueri Expo - Feira Internacional de Negócios em Puericultura foi considerado bastante positivo pelos expositores. Já no primeiro dia, foram cerca de mil visitantes a mais em comparação ao mesmo período da edição passada. São mais de 200 marcas expostas, incluindo 52 internacionais vindas de 15 países.

“Estamos muito felizes com a nossa participação na FIT esse ano. Fizemos muitas vendas, tivemos a oportunidade de apresentar nossa marca para um público novo, que ainda não nos conhecia“, relata Katia Regina Fistarol, Coordenadora de Marketing da Kiko e Kika. O gerente comerical da Gambo, fabricante de calçados, de Franca, no interior de São Paulo, Luis Eduardo Pereira, também elogiou o público presente. “A feira é um campo fértil de prospecção de novos clientes. Tivemos acesso a vários lojistas que ainda não conheciam a marca”, destacou.

Entre os expositores de Puericultura, a Feira tem sido lugar ideal para apresentação de novos produtos e marcas “O movimento foi intenso no primeiro dia, o que nos ajudou muito, pois nossa estratégia ao participar da Pueri Expo é reforçar a imagem institucional da Philips Avent como marca dedicada à saúde e ao bem-estar”, afirmou Célio Félix, gerente de Trade da marca.

Consultora recomenda planejamento para o sucesso de lojistas da FIT 0/16 e Pueri Expo

Ter planejamento financeiro, conhecer bem o produto que vende e o perfil da clientela, saber compor o preço certo das mercadorias, cuidar dos prazos de entregas e ainda pensar nas novidades para a próxima temporada. Para dar conta de tudo isso, a consultora de varejo Nancy Fukuda deu dicas para lojistas que trabalham com enxovais e roupas de bebês, em palestra no terceiro dia da FIT 0/16 e da Pueri Expo. O segredo das compras para o lojista é conseguir obter o preço, a quantidade e o produto certos”, resumiu.

Ela afirma que para conseguir bons resultados, o lojista precisa elaborar e cumprir um calendário de compras, considerando os eventos sazonais (festas juninas, dia das Crianças, Natal etc) e ficar atento a certos detalhes. Um deles é evitar a entrega de mercadorias fora de prazo (por má negociação com o fornecedor), outro, é ter um bom relacionamento com os representantes, que devem se tornar “parceiros de venda”. “Também é sempre importante conhecer bem seus clientes, saber do que gostam, quais são seus hábitos que têm a ver com os produtos à venda”, recomendou.

Lojistas diversificam linha de produtos
Acostumado a lidar com lojistas e a atender suas necessidades, a Griff, especializada em enxovais para o público AA, trouxe para a FIT 0/16 o lançamento de quatro kits completos para berço, decoração e acessórios. Segundo o gerente comercial Jaime Barreto Filho, a Griff tem produção própria, da confecção na Bahia, e vende exclusivamente para lojistas. “Estamos recebendo muitos compradores nesta Feira, que tem superado nossas expectativas”, destacou.

A Zip Toys está aproveitando sua presença na Feira para apresentar sua linha de enxovais que ficou mais completa, com kit de berço, lençóis, mosquiteiros, trocadores e edredons. A marca tem uma fábrica em Itapetininga, no interior de São Paulo e também atua bastante no varejo, segundo a representante para o estado do Rio de Janeiro, Renata Martins.

Acessórios da Happy Girl encantam público presente no desfile da FIT 0/16

Laços e tiaras “ invadiram” a passarela da FIT 0/16 neste domingo, 28/5. A Happy Girl, marca de acessórios de cabelo para meninas, mostrou sua coleção num desfile divertido e cheio de cores. Marie Esmeralde, estilista e criadora da marca, aposta em modelagens clássicas e cores exuberantes para dar destaque às peças. “Muitas vezes a criança pode estar com uma roupa simples, mas com um laço colorido, uma tiara, e isso já muda completamente o visual. O acessório é a cereja do bolo!”, completa a empresária.

A Happy Girl nasceu da paixão de Esmeralde por enfeites de cabelo que não eram encontrados facilmente nas lojas. “A minha filha amava usar acessórios, e eu queria muito enfeitá-la, então comecei a comprar os materiais fazer os laços em casa. No começo era um hobby, eu fazia para a minha filha e dava de presente para amigas. Em pouco tempo já estava vendendo na escola onde ela estudava e em quase todos os colégios de São José do Rio Preto”, conta Esmeralde. A partir daí, ela e o marido, sócio no negócio, resolveram aumentar a produção e investir na venda para lojistas. Hoje, são mais de 30 funcionários na produção dos laços, presilhas e tiaras, que já chegaram inclusive à Europa, em países como França e Inglaterra, e também aos Estados Unidos.

Mesmo com o negócio tomando uma dimensão muito maior, a produção dos acessórios continua sendo completamente artesanal. Esmeralde desenha as peças, ensina seus funcionários a confeccioná-las, e confere laço por laço antes de mandar para os lojistas. “Eu não imaginava que chegaria tão longe! Investimos só R$ 500,00 no começo e chegamos a apostar até onde esse negócio iria. Hoje estamos aqui, na passarela da FIT 0/16, muito felizes com o resultado”, comemora a empresária.

Galzerano capacita mais de 800 “fadas madrinhas” para atender as futuras mamães

O personagem da fada madrinha inspirou a Galzerano, fabricante brasileira de puericultura pesada, a mudar o conceito dos treinamentos de seus colaboradores e representantes comerciais. “A ideia surgiu a partir de uma matéria que li sobre a falta de tempo que as futuras mamães têm para montar o enxoval e, por isso, nem sempre escolhem o produto mais adequado”, conta Valter J. Neves, gerente comercial da empresa.

Os vendedores, identificados por um bottom fada madrinha, são capacitados a prestar um atendimento diferenciado. Segundo Neves, desde o primeiro contato com a mãe até a venda efetiva do produto, o objetivo é identificar as necessidades da família. “É fundamental entender se o cliente quer praticidade, segurança, conforto ou status, para oferecermos o produto correto”, explica o gerente.

Produtos modernos, funcionais e criativos e que ofereçam praticidade na vida das mamães, bebês e crianças são a proposta da Itté, importadora e distribuidora que atua desde 2009 no mercado brasileiro com o objetivo de levar às famílias itens e acessórios de qualidade. Para expor seus lançamentos ao público de todo o Brasil, a empresa marca presença na 2ª edição da Pueri Expo - Feira Internacional de Negócios em Puericultura, que acontece entre os dias 26 e 29 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo /SP.

O segmento de puericultura pesada, cujas principais marcas estão expondo seus produtos na Pueri Expo - Feira Internacional de Negócios em Puericultura e na FIT 0/16 - Feira Internacional do Setor Infantojuvenil, Teen e Bebê, tem investido muito em tecnologias de segurança e design para atender às exigências do consumidor e para se adequar às normas oficiais de certificação. “Ao longo dos últimos anos, os fabricantes de cadeirinhas para automóveis, por exemplo, introduziram vários dispositivos de segurança e de conforto considerando peso e altura da criança, facilidade e eficiência na instalação por parte dos pais, risco de impactos frontais e laterais, entre outros”, explica Rodrigo Melville Alonso, diretor da Team Tex.

O conjunto de produtos de puericultura pesada atende crianças com até dez anos de idade e inclui cadeirinhas para autos e para refeições, carrinhos, móveis como berços e mini camas, banheiras etc. A Team Tex trabalha exclusivamente com cadeirinhas importadas da França. A empresa possui duas marcas próprias (Nania e Migo) e outras duas licenciadas (Disney e Scuderia Ferrari). Segundo Alonso, a marca no Brasil planeja expandir dos atuais sete modelos certificados para 12, contemplando todas as faixas de renda do consumidor.

Com três linhas de produtos (puericultura pesada, utilidades domésticas e móveis) a Kiddo realiza em sua fábrica, no município de Taboão da Serra, em São Paulo, alguns testes na sua linha de móveis a fim de se antecipar ao mercado e às normas para oferecer produtos mais seguros. O gerente de Vendas Reynaldo Alves afirma que todos os produtos da marca são certificados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). A Kiddo promoveu recentemente algumas mudanças administrativas para se reposicionar no mercado, que de acordo com Alves, permitiu manter seu ritmo de expansão nos últimos anos.

Contato direto com compradores de todo o Brasil é a grande vantagem para pequenos expositores da FIT 0/16

Pequenos empresários que participam pela primeira vez da FIT 0/16 elogiaram o evento pela oportunidade e pelas condições oferecidas por terem contato direto com loljistas de todo o Brasil e de outros países da América Latina, permitindo a expansão das vendas de seus produtos. “Eu me sinto presenteada desde que pisei aqui”, declara Luana Ferreira Schrappe, proprietária da Sirenita. A empresa de Luana produz caudas de sereia especialmente preparadas para preencher o desejo de fantasia de crianças e adultas. Como se trata de um produto com muitas particularidades, incluindo acessórios ligados à segurança, ela afirma que a FIT 0/16 tem dado a possibilidade de tirar as dúvidas e explicar detalhadamente o propósito do seu produto, já que ela não possui loja física.

Com apenas seis meses de mercado, a Comfy é uma confecção que produz macacões sem zíper, sem botões, para bebês e crianças até 4 anos de idade. “Nós chegamos à feira sem muita expectativa, mas é impressionante o retorno que estamos tendo, até com compradores vindos do Uruguai”, afirmou Wagner Rover, diretor comercial. A Comfy comercializa sua produção exclusivamente pelo e-commerce e até agora já fechou alguns negócios na feira com empresas que trabalham no atacado.

Karina Bacchi marca presença no desfile da ONG Florescer na FIT 0/16

Presente nas três últimas edições da FIT 0/16, pela primeira vez a ONG Florescer se apresentou em um desfile no evento e junto da sua nova coleção moda primavera-verão 2018, a marca trouxe Karina Bacchi para a passarela da feira neste sábado (27/5).

Modelos infantis carregaram peças leves, rodadas, com muitos recortes e mescla de texturas, cujo destaque continuou sendo o jeans, tecido reciclado pela ONG Florescer a partir do descarte de consumidores e de indústrias. “A principal característica das nossas roupas é que fazemos peças que podem ser usadas o ano todo e nunca saem de moda. Com isso, incentivamos o consumo consciente além do desenvolvimento de empregos sustentáveis na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, onde a ONG foi fundada há 23 anos”, conta Nadia Bacchi. Exibindo sua gravidez vestida de camiseta e calças jeans, Karina Bacchi encerrou o desfile da marca. As peças foram produzidas por jovens e mães moradoras da comunidade, enquanto seus filhos têm aulas de inglês, reforço escolar, dança e esportes na instituição.

Em frente ao estande, após o desfile, a empresária também contou que desenha as peças de um jeito próprio, já que não estudou moda, e compartilha suas ideias de maneira bem detalhada para a produção poder executá-las. “Já havia feito alguns trabalhos envolvendo moda quando tive a ideia de trazer o jeans em 2003 para gerar sustentabilidade à comunidade”, complementa Nadia. Além do jeans, a ONG Florescer usa outros resíduos de tecidos das indústrias têxteis compondo peças de vestuário, acessórios e decoração, linha que já está sendo exportada para a ambientação de restaurantes na Europa. “Somos muito gratos pela oportunidade de estar na FIT 0/16 e apresentar o trabalho da ONG Florescer no desfile deste ano. A presença da minha filha (Karina Bacchi) grávida também foi muito emocionante”, comemora Nadia.

A ONG Florescer comercializa suas roupas pelo site da instituição e conta com a revenda de alguns representantes em São Paulo.

Mini Blogueiras visitam a FIT 0/16

O segundo dia da FIT 0/16, maior feira do setor de moda infantojuvenil da América Latina, foi repleto de alegria e “fofura” com a visita de meninos e meninas da Agência Mini Blogueiras Oficial. A visita foi organizada por Hellen Priscila de Freitas Sales, ou somente Hellen Sales, como é conhecida no mercado. A paraibana fundou a agência há dois anos, quando sentiu a dificuldade das agências publicitárias em montar um cast com crianças de perfil mais extrovertido para participar de campanhas. “As agências nas quais minha filha fazia publicidade sentiam falta de crianças desinibidas, que gostassem de ser fotografadas. Foi aí que surgiu a ideia de montar um time com 10 crianças, entre 2 e 11 anos”, conta Hellen.

Atualmente, a Mini Blogueiras Oficial tem em seu portfólio 53 crianças, entre 2 e 15 anos. Segundo Hellen, o trabalho consiste em identificar perfis de crianças no Instagram que tenham potencial para alcançar números expressivos de seguidores. Para direcionar as publicações na rede social, ela buscou inspiração nos perfis estrangeiros, que seguem formatos de postagem, padrões e ferramentas diversas para conseguir uma estética diferenciada e atrair mais seguidores. “Os perfis brasileiros no Instagram eram bagunçados na época, cheios de anúncios mal feitos. A partir disso fui estudar, compreender como gerenciar melhor essas páginas”, explica a empresária.

O cuidado com a imagem, segurança e orientação das crianças recebe toda atenção da Hellen, que procura promover atividades diversas para preservar o lado infantil, de descoberta, aprendizado e brincadeiras, alimentando também o lado humano. “Eu procuro levar às mini blogueiras para fazer trabalhos em ONGs, comunidades carentes, para que elas não fiquem alienadas, e tenham noção de quem vivem num mundo muito maior do que o Instagram”, diz Hellen. Para garantir a segurança dos agenciados, a administração das páginas é feita pelos pais, mesmo no caso das blogueiras adolescentes.

Na FIT 0/16, as mini blogueiras levaram alegria aos corredores do Expo Center Norte, passando pelos estandes de marcas como Moulemar, Mini Lady, Pimpolho, Happy Girl, entre outros expositores de moda infantojuvenil e puericultura. A FIT 0/16, que nesta edição acontece junto à Pueri Expo, vai até o dia 29 de maio, em São Paulo.

LOGO KOELNMESSE

 

Atualmente, a Koelnmesse organiza quatro feiras no Brasil: a feira de moda infantil FIT 0/16, realizada duas vezes por ano em São Paulo e em paralelo à Pueri Expo, evento inspirado na maior feira de artigos infantis do mundo, a "Kind + Jugend" em Colônia (Alemanha), que teve sua estreia em junho de 2016,.. Ler Mais

Newsletter

entrada invalida
entrada invalida
entrada invalida
e-mail invalido